Designers-Reno-Bonzon

Reno Bonzon

designer
Paris (1954)

Reno Bonzon, francês de origem, é formado em marcenaria na prestigiosa Ecole Boulle (Paris). Ele é graduado em Psicologia da Universidade de Paris V.

Reno Bonzon se instala no Brasil em 1986, no litoral sul de São Paulo. Ele monta sua propria marcenaria, para desenvolver móveis e objetos de madeira, de ferro e de alumínio. Ele participa de vários concursos nacionais e internacionais. Suas criações recebem o reconhecimento de Profissionais e do público, avaliadas com numerosos prêmios.
A peça emblemática do trabalho do Reno Bonzon é com certeza a cadeira de balanço “Gaivota”. Provavelmente a peça mais premiada no Brasil, a Gaivota combina estetismo, conforto e ergonomia.

Dublamente premiado em 1988 -pelo Museu da Casa Brasileira e pela MOVESP-, Reno foi escolhido em 1990 para representar a criação brasileira na Bienal de Design do Brasil em Curitiba. A respeito da Gaivota, o Júri do Prêmio do Museu da Casa Brasileira destacou o “princípio da fabricação que dá ao produto a sua grande leveza”. Também, foram destacadas as “qualidades estéticas combinadas ao factor ergonómico”.
O desenho mesmo da Gaivota, as suas curvas sinuosas, evoca o movimento de balanço. Quanto à luminária Nuala, ela define as características do trabalho do Reno: elegância e simplicidade ao serviço da função do objeto.
A Nuala foi a primeira peça produzida na Europa graças à editora Objekto.

Em 1993, Reno Bonzon e Ligia Miguez recebem o primeiro prêmio do Museu da Casa Brasileira com “Folha”. Folha é uma linha de talheres de mesa em alumínio fundido reciclado, desenvolvida em conjunto.
Outra criação do casal: a luminária Galhão. Foi selecionada em 2000 no International Design Yearbook 15 por Ingo Maurer (Laurence King Publishing).

Os móveis assinados por Reno Bonzon são editados e distribuídos no mundo pela Objekto.